Produtos de conservação e limpeza: um papel vital na nossa saúde e bem-estar

Hoje em dia a vida seria inimaginável sem os produtos feitos pela indústria de sabões, detergentes e produtos de limpeza. Seria impossível passar um único dia sem usar um dos produtos deste sector: não haveria roupa limpa, louça limpa, ou chão limpo; nenhum equipamento hospitalar ou áreas de preparação de alimentos estariam higienizados.

Na Europa, as normas de higiene são relativamente exigentes, mas em muitas partes do mundo a higiene ainda é um desafio constante. Nos países em desenvolvimento, muitas vidas são perdidas todos os dias devido ao consumo de água contaminada, saneamento deficiente e maus hábitos de higiene. Nos países desenvolvidos, o aparecimento de certas doenças infecciosas em casa e nos locais públicos, indica que há muitos aspectos a melhorar.


É neste contexto que os produtos do sector desempenham um papel essencial, tanto dentro como fora de casa. Não são apenas indispensáveis para a conservação adequada dos bens das pessoas mas, mais importante, quando associados a práticas de higiene regulares, têm um efeito positivo comprovado na saúde através do combate à proliferação de germes.

Na Europa, a taxa de doenças transmitidas pelos alimentos continua inaceitavelmente elevada. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 40% dos surtos transmitidos por alimentos ocorrem em casa. Os germes e os patogéneos são introduzidos continuamente em casa pelas pessoas, pelos alimentos contaminados e pelos animais domésticos. Estudos têm mostrado que alguns tipos de germes podem persistir nas superfícies da cozinha, casas de banho, locais de lavagem da roupa e outros lugares da casa. Estes incluem a Salmonela e E.coli, que podem causar graves infecções gastrointestinais. A maioria dos germes reproduzem-se em áreas húmidas, como lavatórios, chuveiros, sanitas e esgotos, enquanto o bolor pode crescer em superfícies húmidas, tais como paredes com azulejos. As bactérias como os estafilococos, que causam infecções na pele, nas feridas e nos olhos, e o vírus da gripe podem sobreviver em superfícies secas, tais como toalhas, roupa, maçanetas das portas, torneiras e teclados de computador.

Limpeza, higiene e desinfecção... Uma questão de definições

Limpeza é a remoção mecânica ou química da sujidade de um objecto ou de uma área. Em condições normais, a limpeza com sabão ou detergente, seguida de enxaguamento é adequada para remover a sujidade visível, os alergéneos e os germes. No entanto, em algumas situações onde há um alto risco de transmissão de germes (por exemplo, durante a preparação de alimentos crus ou quando há alguém em casa que está infectado ou é muito vulnerável às infecções), a utilização de um desinfectante é aconselhável.

Higiene permite às pessoas manterem ou promoverem uma boa saúde, através tanto da limpeza pessoal, como do ambiente que as rodeia e, quando necessário, através da desinfecção de superfícies, equipamentos, materiais e objectos de uso pessoal, a fim de impedir uma infecção.

Este sítio fornece uma visão geral dos serviços de limpeza e higiene, bem como alguns conselhos sobre higiene e boas práticas.

Para mais informações, consulte em anexo o excerto da comunicação da Professora Sally Bloomfield do Fórum Científico Internacional da Higiene no Lar (IFH) acerca dos benefícios da higiene no lar. (note to uploader: attach document)


Deutsch Français Nederlands
Deutsch Français